Ministério da Agricultura faz recomendações sobre manuseio e comercialização de alimentos em feiras livres, sacolões e varejistas

As orientações já estão sendo adotadas pelo município, que segue orientando comerciantes e permissionários a fim de proteger toda população

22/04/2021 as 14:04

Com o objetivo orientar e ressaltar a importância do cumprimento das boas práticas de manipulação de alimentos, principalmente diante da pandemia de Coronavírus que assola o país, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), encaminhou à Secretaria Municipal do Desenvolvimento dos Agronegócios de Bragança Paulista, recomendações para a produção, distribuição, comercialização e entrega de alimentos e bebidas em feiras livres, sacolões e varejistas.

 

Dentre as recomendações reforçadas está o cuidado com a higiene pessoal, o uso de álcool em gel 70%, bem como a limpeza frequente de superfícies, dos veículos de transporte, locais de acondicionamento de produtos, equipamentos e utensílios. Além disso, é ressaltado também o distanciamento social e entre bancas (em caso de feiras livres). Outras orientações são quanto a higienização de produtos alimentícios como frutas, verduras e hortaliças, assim como as embalagens, evitando o armazenamento desses produtos na geladeira sem fazer os procedimentos necessários antes.

 

As orientações proferidas servem para proteger comerciantes e consumidores, destacando a importância da comercialização de produtos do setor de hortifrutigranjeiro, praticada principalmente por pequenos produtores e agricultores familiares, como é o caso de Bragança Paulista.

 

É importante destacar que a Secretaria Municipal de Desenvolvimento dos Agronegócios ininterruptamente tem adotado todas as medidas e orientado pontualmente todos os comerciantes e permissionários que trabalham na cidade. A Prefeitura orienta mais uma vez, de forma adicional, que se possível somente um membro de cada família frequente ou se dirija ao comércio, feiras, supermercados, entre outros, para evitar a formação de aglomeração nestes locais. Adotando e respeitando as boas práticas, consequentemente a circulação do vírus diminuirá.