Administração avalia trafegabilidade na região de acesso à Avenida Plínio Salgado com as obras e mudanças viárias

Com a conclusão da retirada da rotatória que dá acesso à Av. Plínio Salgado, os veículos passaram a trafegar com as mudanças viárias previstas no projeto. No local, foi criada uma alça direcional para quem vai para o Circuito das Águas e Zona Norte da cidade, e outra para quem vai em sentido a Av. dos Imigrantes para a região do Lavapés.

A Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana avalia na prática o funcionamento do sistema. De acordo com o Secretário da pasta, Aniz Abib Junior, inicialmente, foi constatada a necessidade de algumas alterações para melhorias no fluxo de entrada na Avenida dos Imigrantes dos veículos que vêm sentido Centro, oriundos da Avenida Plínio Salgado, principalmente no horário de pico, pela manhã. Também no acesso do sentido contrário (Centro-Bairro) de quem vem do 34º Batalhão da Polícia Militar. Técnicos estão acompanhando os trabalhos a fim de viabilizar as melhorias.

As obras na Avenida dos Imigrantes estavam previstas no TAC (Termo de Ajuste de Conduta) firmado em 2016 como resultado da implantação do Bragança Garden Shopping, o qual previa a retirada das rotatórias e a implantação semafórica nos cruzamentos da avenida, como compensação diante do impacto que a obra traria no trânsito local. Os dispêndios estão sendo realizados pela Administradora do Shopping, e as obras executadas pela empresa Tenco Engenharia, cabendo a Prefeitura a homologação dos projetos e fiscalização das obras.

As obras contemplam alterações em 7 interseções da Av. dos Imigrantes (Praça 9 de Julho, Av. Europa, Rua Felipe Siqueira, Av. Alberto Diniz, rotatória próxima ao Fórum, rotatória próxima à Câmara Municipal e rotatória que faz a ligação com a Rodovia Capitão Barduíno). Destas interseções apenas a da Av. Alberto Diniz não receberá sinalização semafórica, e todas passarão por correção geométrica, sinalização horizontal e vertical.

Com as adequações do corredor da Avenida dos Imigrantes, a Administração Municipal pretende viabilizar um fluxo mais seguro para os pedestres e motoristas, além de ganho no tempo de locomoção. Como toda a realização de obra, as alterações geram transtornos temporários, mas a longo prazo oferecerá mais conforto e fluidez à locomoção da população.