Farmácias devem voltar a funcionar em todas as unidades básicas de saúde

Em entrevista ao BJD, nesta semana, a secretária municipal de Saúde, Marina de Fátima Oliveira,
afirmou que as farmácias públicas devem ser reativadas em todas as unidades de saúde. 

Em 2015, um projeto de regionalização das farmácias foi estabelecido no município.
Até hoje essa ação tem causado problemas aos pacientes, que saem de consultas num
determinado posto de saúde e têm que ir até outra unidade para retirar o remédio. 


Questionada se há possibilidade de rever essa medida, a secretária afirmou que sim.
“Esse modelo não é, para mim, o mais adequado para atender a população. 

Ela já tem problema com deslocamento e nossa intenção é fazer um planejamento
para que possamos voltar as farmácias às unidades de saúde. Para isso, requer um planejamento,
 pois quando foram feitos polos, foram retirados os profissionais da dispensação”, afirmou Marina.


Atualmente os pacientes retiram medicamentos nos seguintes polos: Planejada II, Hípica Jaguari,
Centro de Saúde ‘Dr. Lourenço Quilicci’,Vila Davi, São Vicente de Paula, Henedina Cortez,
Cidade Jardim e Pedro Megale. As farmácias das Unidades Básicas de Saúde dos bairros Santa Luzia,
Toró, Vila Aparecida, Jardim São Miguel e do CDHU permaneceram com atendimento normal.
Porém CDHU, São Miguel e Cidade Jardim trabalham em horários reduzidos. 


Segundo a secretária, a proposta é voltar a atender os pacientes em período integral,
assim como a unidade de saúde da Planejada II, que fica aberta até as 21h00,
a ideia é que a farmácia também funcione até esse horário.