Lago começa a ressurgir na Hípica Jaguary

Começa a ressurgir o espelho d’água do Lago da Hípica Jaguary. Na manhã dessa terça-feira, 23 de agosto,
uma máquina escavadeira, com braço longo para dragagem, fazia o trabalho na cabeceira norte do lago.
A remoção da vegetação invasora do lago está sendo executada pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp).


O Lago da Hípica Jaguary desapareceu sob a vegetação que cresceu abundante devido ao assoreamento provocado
pelos sedimentos provenientes das limpezas dos decantadores da Estação de Tratamento de Água Santa Lucia , da Sabesp,
e da falta de pavimentação de ruas daquele bairro. 


Após anos de discussão, diversos termos de ajustes de conduta (TACs) entre Prefeitura, Sabesp e o Ministério Público,
um acordo judicial de janeiro de 2015 foi concluído para que o desassoreamento fosse realizado.


No acordo judicial ficou detalhado o que cada órgão envolvido deveria executar. A obrigação da Prefeitura era
conseguir as licenças ambientais junto à Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) e ao
Departamento de Águas e Energia Elétrica do Estado de São Paulo (DAEE). 


A Prefeitura terá também a obrigação de transportar e destinar os sedimentos e ainda fazer a recuperação ambiental.
A Sabesp irá retirar aproximadamente 10 mil metros cúbicos de sedimentos no espelho d’água.


Depois do desassoreamento do lago e replantio com espécies nativas, esse local deve ser transformado numa área de
preservação e lazer, já denominada Parque Ecológico Frei Constâncio Nogara.

Fonte "BJD"