Siga nossas redes sociais →

Com maioria dos serviços fechados, Bragança Paulista não será um bom destino para turistas no feriado da Semana Santa

Publicidade

Com maioria dos serviços fechados, Bragança Paulista não será um bom destino para turistas no feriado da Semana Santa

A Prefeitura estuda a possibilidade de exigir que turistas apresentem teste negativo para Covid-19 do tipo RT-PCR (com resultado de no máximo 48 horas) para entrarem na cidade.

Bragança Paulista, assim como todo o estado de São Paulo, registra o pior índice de pessoas internadas pela Covid-19. Desde 23 de fevereiro, as taxas de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e enfermaria estão em 100%. Apenas em 2021, o município registrou 131 óbitos confirmados (até 24/03). Por isso, a Prefeitura reforça que este não é o momento da cidade receber turistas, tendo em vista que a circulação de pessoas e a falta de distanciamento social são as principais maneiras de disseminação do vírus Em razão do anúncio feito no dia 18 de março sobre a antecipação dos feriados na cidade de São Paulo, Bragança Paulista precisou adotar medidas mais restritivas. Pois, tal como aconteceu há um ano, muitos paulistanos vieram ao interior. Conforme publicado na última segunda-feira (22/01), acompanhando a Fase Emergencial instituída pelo Plano São Paulo de Retomada Econômica e Enfrentamento do Coronavírus (Covid-19) as medidas excepcionais restritivas no município foram estendidas até o dia 04 de abril. Durante esse período as fiscalizações serão intensificadas com barreiras sanitárias e blitzes, uso de drone na zona rural com o intuito de localizar festas e aglomerações clandestinas, agentes estarão nas ruas garantindo que todas as medidas estejam sendo cumpridas nos estabelecimentos e o uso da máscara em local público. O descumprimento das medidas acarretará em multas que podem chegar a R$ 5.025,02 e quem for flagrado alugando chácara pode ser conduzido para a Delegacia de Polícia (DP) responder pelo código Penal 268 e 330, além do alto de penalidade da Vigilância Sanitária (VISA) que definirá o valor considerando o risco eminente à saúde. Essa é uma atitude excepcional e emergencial que visa diminuir a taxa de contágio, evitando que mais pessoas tenham a necessidade de internação. Neste momento tão delicado é imprescindível a união de esforços do poder público e da população, pois sem o apoio das pessoas, infelizmente, todas as medidas serão em vão. Colabore e faça sua parte, salvar vidas é um dever de todos. Os munícipes que presenciarem irregularidades devem acionar a Guarda Civil Municipal (GCM) pelo telefone 153 ou a Polícia Militar pelo 190 e colaborar nesta luta contra o inimigo invisível. Para mais informações sobre as medidas adotadas pela Prefeitura acesse: https://www.braganca.sp.gov.br/ ou www.facebook.com/prefeituradebragancapaulista. Além disso, há a Central de Atendimento ao Público – CAP, com atendimento ao público, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, através do número 0800 580 0678.

Publicado por

Picture of Rádio 102 FM

Rádio 102 FM

Compartilhe esta notícia

Notícias relacionadas

Publicidade

Outras notícias