Siga nossas redes sociais →

00:00
album-art

00:00

Copom reduz taxa básica de juros, a Selic, para 11,75%

Publicidade

Copom reduz taxa básica de juros, a Selic, para 11,75%

Copom reduz taxa básica de juros, a Selic, para 11,75%

Comitê de Política Monetária, o Copom, do Banco Central, decide cortar a taxa básica de juros em meio ponto

Com a quarta redução seguida, anunciada na última quarta-feira, 13, a Selic caiu para 11,75 por cento ao ano. É o menor patamar desde março de 2022. A tendência é que isso tenha impacto nos juros cobrados do consumidor, como em empréstimos bancários e no financiamento da casa própria.

A redução fez o Brasil deixar de ser o país com a maior taxa do mundo, rótulo que agora pertence ao México. Em comunicado, o Copom indicou que, se a economia brasileira seguir o atual ritmo de evolução, deve haver novos cortes nos próximos meses. Um dos motivos que deixam o brasileiro animado com a possibilidade de juros cada vez menores é a inflação sob controle.

Em 2023, até novembro, os preços subiram, em média, 4%, índice dentro da meta definida pelo governo. A Selic é uma das formas de o Banco Central e o poder público tentarem dar um rumo para a economia.

Quando ela sobe, fica mais difícil para o consumidor comprar, o consumo cai e os preços diminuem, o que ajuda a combater a inflação, porém diminuindo, como agora, fica mais fácil comprar, o consumo cresce e os preços tendem a subir. Por isso, a atenção do Banco Central para evitar que a queda dos juros provoque uma disparada da inflação.

Publicado por

Vitor Hugo

Vitor Hugo

Compartilhe esta notícia

Notícias relacionadas

Publicidade

Outras notícias