Siga nossas redes sociais →

IAMSPE autoriza reabertura de edital de credenciamento para Bragança Paulista

Publicidade

IAMSPE autoriza reabertura de edital de credenciamento para Bragança Paulista

O Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual (IAMSPE) autorizou a reabertura do edital de credenciamento a prestadores de serviços de assistência à saúde para atendimento hospitalar em Bragança Paulista. A decisão, publicada no último sábado (25) pelo Diário Oficial do Estado – Poder Executivo, Seção I –, é resultado das reivindicações do deputado Edmir Chedid (União).


De acordo com o parlamentar, o edital deverá apresentar valores atualizados sobre os serviços prestados por instituições de saúde aos servidores públicos estaduais, o que poderá resultar no credenciamento de hospitais ou Santas Casas. “Na prática, o objetivo é restabelecer o atendimento interrompido quase três anos atrás na região, que resultou em muitos prejuízos para os servidores”, relembrou.
Edmir Chedid reiterou ainda que o texto do edital e a autorização já foram aprovados pela superintendência do Iamspe conforme a decisão publicada pelo governo estadual. “O Instituto oferece atendimento a aproximadamente 1,2 milhão de usuários por meio de uma rede própria e credenciada em 163 municípios. Na Região Bragantina, o atendimento beneficiará 12,8 mil servidores”, disse.


O convênio entre IAMSPE e Hospital Universitário São Francisco (HUSF), de Bragança Paulista, foi suspenso em agosto de 2020. Desde então, o parlamentar tem atuado a fim de resolver o problema e ainda garantir o atendimento médico-hospitalar aos servidores públicos estaduais da região, como policiais e professores. Por diversas vezes demonstrou sua insatisfação com o IAMSPE.


“Há dois anos, por exemplo, afirmei que o governo e a Assembleia Legislativa (Alesp) tinham sido enganados em relação ao compromisso do IAMSPE em ampliar e aprimorar o atendimento aos funcionários públicos. Entre 2020 e 2021, a contribuição dos funcionários passou de R$ 1 bilhão para R$ 1,5 bilhão. Esse deveria garantir a manutenção de convênios, o que não ocorreu”, destacou.

Publicado por

Picture of Vinicius Gustavo 102 FM

Vinicius Gustavo 102 FM

Compartilhe esta notícia

Notícias relacionadas

Publicidade

Outras notícias