Siga nossas redes sociais →

Imóvel do antigo hospital da Unimed passa por demolição parcial

Publicidade

Imóvel do antigo hospital da Unimed passa por demolição parcial

Imóvel do antigo hospital da Unimed passa por demolição parcial

A Prefeitura de Bragança Paulista iniciou nesta semana a demolição do antigo hospital da Unimed, localizado na Av. Salvador Markowicz, nº 100, no Taboão. A ação ocorreu porque o prédio estava inseguro, em péssimas condições e estava sendo invadido constantemente.

A demolição evitará invasões, depredações e furtos de peças que ainda estavam no local. Apesar de ser fechado constantemente pela Prefeitura de Bragança Paulista e ter ações da Guarda Civil Municipal, ocorriam invasões, com registros de uso e tráfico de drogas.

Em novembro de 2021, a Prefeitura publicou o Decreto nº 3.775, sobre a arrecadação do imóvel. Considerando o estado de abandono do prédio, o decreto traz detalhes da inscrição municipal (nº 3.00.00.79.0041.0250.00.00) e de três matrículas no Cartório de Registro de Imóveis do município (matrículas nº 31.178, 31.179 e 32.049). Agora, está sendo providenciada a matrícula unificada do imóvel e é estudado pela Administração Municipal o uso a ser dado ao espaço.

Ainda em novembro de 2021, equipes da Guarda Civil Municipal e da Vigilância Sanitária orientaram as pessoas que estavam no local para que saíssem. Também foram identificados por equipes da Prefeitura os pontos que poderiam oferecer riscos com relação à estrutura do imóvel. Janelas e portas foram fechadas com alvenaria (tijolos), mas não evitaram novas invasões, pois as estruturas eram quebradas constantemente.

HISTÓRICO

Em 2018, o Prefeito Dr. Jesus Abi Chedid assinou o decreto sobre as diretrizes no município para a arrecadação de bens imóveis urbanos abandonados. Pela legislação federal e também municipal, o imóvel urbano que o proprietário abandonar, com a intenção de não mais o conservar em seu patrimônio, e que se não encontrar na posse de outrem, poderá ser arrecadado, como bem vago, e passar, três anos depois, à propriedade do município.

Em 2020, constatou-se o estado de abandono do imóvel do antigo hospital da Unimed e foi elaborado decreto de arrecadação.

O imóvel estava há alguns anos abandonado, com inúmeras ocorrências que colocavam a segurança da população em risco. No final de 2017, houve um incêndio com uma vítima fatal. Há ainda ocorrências de tentativa de homicídio, tráfico de drogas, uso de drogas e bebidas alcoólicas e invasões. 

Publicado por

Vitor Hugo

Vitor Hugo

Compartilhe esta notícia

Notícias relacionadas

Publicidade

Outras notícias