Siga nossas redes sociais →

Operação Carvão Molhado desarticula suposta organização criminosa em olarias e carvoarias

Publicidade

Operação Carvão Molhado desarticula suposta organização criminosa em olarias e carvoarias

Operação Carvão Molhado desarticula suposta organização criminosa em olarias e carvoarias

Na última sexta-feira (21/06), uma operação conjunta envolvendo o Ministério Público de São Paulo (MPSP), o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), a Promotoria de Justiça do Meio Ambiente, o Ministério Público do Trabalho, a Polícia Rodoviária Federal e a Polícia Militar resultou na deflagração da “Operação Carvão Molhado”. O objetivo principal foi cumprir mandados de busca e apreensão em Bragança Paulista, Vargem e Pedra Bela, com o intuito de investigar uma suposta organização criminosa envolvida em atividades ilícitas relacionadas a olarias e carvoarias.

As suspeitas recaem sobre crimes ambientais, exploração de trabalhadores em condições análogas à escravidão, corrupção e prevaricação. De acordo com as apurações, algumas carvoarias estavam operando sem as devidas licenças dos órgãos ambientais ou com licenças emitidas de forma irregular. Esse cenário era possível graças a um conluio entre agentes do Estado, empresários e intermediários.

Durante a operação, foram apreendidos documentos, telefones celulares e notebooks que estavam em posse dos investigados. A atuação conjunta se mostrou necessária, uma vez que os fatos não apenas afetam questões relacionadas à preservação do meio ambiente, mas também têm possíveis implicações criminais e violações de direitos trabalhistas, incluindo a exploração de trabalho infantil.

A investigação continua em andamento para análise do material apreendido e para identificar todos os envolvidos nessa rede criminosa.

Publicado por

Picture of Vitor Hugo

Vitor Hugo

Compartilhe esta notícia

Notícias relacionadas

Publicidade

Outras notícias