Siga nossas redes sociais →

Parlamentar apoia PL que propõe estágio remunerado a alunos do Ensino Médio

Publicidade

Parlamentar apoia PL que propõe estágio remunerado a alunos do Ensino Médio

O governo estadual, por meio da Secretaria da Educação, poderá remunerar alunos da rede pública que realizam estágio durante o ensino Médio e Técnico. A proposta, que recebeu apoio do deputado Edmir Chedid (União), está em análise pela Assembleia Legislativa (Alesp). A intenção, segundo a proposta, é garantir a inserção do aluno no mercado de trabalho e combater a evasão escolar.

Segundo o parlamentar, esta iniciativa também visa valorizar os estudantes do Ensino Médio, que poderão atuar como monitores no reforço de língua portuguesa e de matemática nas escolas de ensino regular. “Uma maneira diferente e inédita no Estado de estimular nossos jovens na escola. Por isso, espero que a proposta seja rapidamente analisada e aprovada pelos parlamentares”, afirmou.

Pela proposta, a Secretaria irá proporcionar aos estudantes complementação do ensino e da aprendizagem com o pagamento de bolsas mensais de R$ 1 mil a estagiários que frequentam os cursos na área de tecnologia oferecidos no itinerário formativo de Ensino Médio e Técnico, de ciência de dados e desenvolvimento de sistemas; já para os demais cursos, o pagamento mensal será de R$ 650. 

“Para todos os estudantes selecionados, a bolsa será paga por quatro horas de jornada de atividades de estágio diárias (total de 20 horas semanais). A bolsa-auxílio será paga pela Secretaria da Educação por um período de seis meses, assim como o seguro contra acidentes pessoais dos estudantes. Caso seja aprovado, os estágios terão início entre o fim deste ano e o início de 2025”, acrescentou.

Inicialmente, o programa deverá beneficiar cinco mil estudantes do Ensino Técnico, mas a expectativa é ampliar o número para 30 mil estagiários. O Projeto de Lei 388/2024, em análise pelo Poder Legislativo, prevê ainda que a equipe técnica da Secretaria abra editais para firmar parcerias com instituições e empresas privadas que estiverem interessadas em receber os estudantes do programa. 

Imagem: Deputado Edmir Chedid afirmou ser favorável à proposta do governo.

Projeto
Atualmente, a Secretaria da Educação possui 73,6 mil estudantes matriculados no ensino Médio e Técnico. O único curso entre os ofertados aos estudantes da rede pública com estágio obrigatório é o de enfermagem. Para esses estudantes, o governo planeja pagar uma bolsa por 10 meses, no segundo ano de Ensino Técnico e última série do Ensino Médio, para a manutenção dos alunos no curso.

“O projeto é dedicado aos estudantes que cursam o Ensino Técnico em suas próprias unidades escolares, com professores contratados e por parceiros, como o Centro Paula Souza ou o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). Nesse último caso, o Senai também deve integrar o projeto, indicando parcerias com empresas atreladas aos cursos ofertados pelo serviço”, concluiu Edmir Chedid.

Publicado por

Picture of Vinicius Gustavo 102 FM

Vinicius Gustavo 102 FM

Compartilhe esta notícia

Notícias relacionadas

Publicidade

Outras notícias