Siga nossas redes sociais →

Preço médio da gasolina permanece acima de R$ 6; litro mais caro custa R$ 7,24 | 102FM Todo Mundo Ouve

Publicidade

Preço médio da gasolina permanece acima de R$ 6; litro mais caro custa R$ 7,24 | 102FM Todo Mundo Ouve

O preço médio da gasolina, um dos itens que mais tem pressionado a inflação no nosso país, subiu pela 8ª semana seguida nos postos e permanece acima de 6 reais o litro. Monitoramento da ANP, a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, revela que, na semana entre os dias 19 e 25 de setembro, o valor médio do litro da gasolina comum subiu para R$ 6,09, em números arredondados, 1 centavo a mais do que os R$ 6,08 cobrados na semana imediatamente anterior. Isso, na média. Em algumas localidades do país, o motorista continua pagando mais de 7 reais o litro da gasolina. A ANP encontrou valores acima desse patamar em postos das regiões Norte, Sudeste e Sul, sendo o valor mais alto encontrado em porto na cidade de Bage, no Rio Grande do Sul: 7 reais e 24 centavos, arredondando. Etanol também subiu entre a semana retrasada e a semana passada. Segundo os registros da Agência, o valor médio do litro do etanol hidratado passou de R$ 4,70 para 4,71 Lembrando que, para ser mais vantajoso, o etanol deve custar até 70% do preço da gasolina. Considerando os valores médios apurados na semana passada, foi mais vantajoso abastecer com gasolina. Já o preço do diesel se manteve estável. O motorista pagou, em média, nas últimas duas semanas, R$ 4,71 pelo litro do combustível usado em caminhões. Cálculos do IBGE, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, que apura os índices oficiais de inflação no Brasil revelam que, desde no ano, a gasolina já acumula alta de 31% e alta do etanol beira 41%; já a elevação acumulada do diesel em 2021 é de 28%.

Publicado por

Picture of Rádio 102 FM

Rádio 102 FM

Compartilhe esta notícia

Notícias relacionadas

Publicidade

Outras notícias