Siga nossas redes sociais →

Prefeitura de SP pede a Ministério da Saúde que torne obrigatória a exigência de passaporte da vacina contra Covid a estrangeiros | 102FM Todo Mundo Ouve

Publicidade

Prefeitura de SP pede a Ministério da Saúde que torne obrigatória a exigência de passaporte da vacina contra Covid a estrangeiros | 102FM Todo Mundo Ouve

Ofício foi enviado pela Secretaria Municipal da Saúde nesta terça (23). Gestão de Ricardo Nunes (MDB) manifestou preocupação com a entrada de pessoas não vacinadas no país, principalmente por conta das festas de final de ano e previsão de realização do carnaval em 2022 na capital.

A secretaria Municipal da Saúde de São Paulo enviou nesta terça-feira (22) um ofício ao Ministério da Saúde para pedir que a pasta torne obrigatória a exigência de um passaporte da vacina para todos os estrangeiros que ingressarem no país por aeroportos ou portos.A gestão municipal teme a entrada de pessoas não vacinadas e o aumento da contaminação, principalmente durante as festas de final de ano e no começo de 2022, com a previsão de realização do carnaval na cidade.A gestão do prefeito Ricardo Nunes (MDB) mantém a previsão de realizar o evento na cidade. No início do mês, a prefeitura recebeu 867 inscrições para desfiles de blocos de rua.A realização da festa depende da situação da pandemia, mas a gestão municipal já sinalizou que o evento deve ocorrer sem restrições sanitárias. A previsão é a de que 15 milhões de pessoas participem do Carnaval 2022 na capital paulista.Embora as taxas de ocupação estejam baixas e os índices da doença registrem melhoras no comparativo com os piores meses da pandemia, na avaliação de alguns gestores municipais, o momento é de cautela.Por conta disso, ao menos 58cidades do estado de São Paulo decidiram cancelar o carnaval em 2022 por contada pandemia de coronavírus.Entre elas, estão Botucatu, Sorocaba, Mogi das Cruzes, Poá e Suzano. Também foi cancelado o tradicional carnaval de São Luiz do Paraitinga, que leva multidões às ruas. Será o segundo ano consecutivo que o evento não ocorrerá nesses municípios. CRIAÇÃO DE COMITÊO prefeito Ricardo Nunes (MDB)quer montar um comitê interdisciplinar entre as cidades que realizam os maiores carnavais do país, como São Paulo, Recife, Salvador, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, para tomar decisões de forma conjunta.O comitê teria como objetivo garantir ações de monitoramento e formulação de políticas de saúde que cumpram recomendações sanitárias para realização de um carnaval seguro do ponto de vista da pandemia. São Paulo, Rio e Recife já aderiram à ideiaFonte: G1

Publicado por

Rádio 102 FM

Rádio 102 FM

Compartilhe esta notícia

Notícias relacionadas

Publicidade

Outras notícias