Siga nossas redes sociais →

Secretaria de Agronegócios se reúne com Apicultores

Publicidade

Secretaria de Agronegócios se reúne com Apicultores

A Prefeitura de Bragança Paulista, por meio da Secretaria Municipal do Desenvolvimento dos Agronegócios, realizou uma reunião com os representantes da Associação dos Apicultores de Bragança Paulista para esclarecer e definir metas sobre a obrigatoriedade do registro dos Apiários na Defesa da Agropecuária e promover o crescimento e o fortalecimento da cadeia apícola da região.Estiveram presentes no encontro o secretário municipal Aniz Abib Júnior, o médico veterinário responsável pelo Serviço de Inspeção Municipal (SIM) Leandro Ratte de Oliveira, as médicas veterinárias representantes do Programa Estadual de Sanidade das Abelhas do Estado de São Paulo, Maria Carolina Guido e Renata Sordi Taveira, o presidente da Associação dos Apicultores da Região Bragantina, Deoclides da Silveira Pinto, e mais 16 apicultores.O Secretário Municipal de Desenvolvimento dos Agronegócios, Aniz Abib Júnior, destacou a importância da região e das representantes da Secretaria de Agricultura e Abastecimento na orientação e esclarecimentos aos apicultores da região. “Foi uma reunião produtiva que teve como objetivo orientar os apicultores no manuseio dos produtos e controle das doenças e pragas das colmeias, além da importância do cadastramento junto ao órgão da Defesa Estadual Agropecuária. Agradeço a todos que participaram da reunião e a Prefeitura, através desta Secretaria, está à disposição para auxiliar na regularização dos apicultores. Continuaremos dando total apoio aos produtores agrícolas e ao homem do campo, sendo essa uma das prioridades da Administração Municipal”, disse Aniz Abib Júnior.A médica veterinária Maria Carolina ressaltou a importância e a obrigatoriedade dos apicultores se cadastrarem junto ao órgão governamental. O cadastro dos produtores com atividades apícolas é necessário para que a Defesa Agropecuária conheça a quantidade de colmeias no Estado de São Paulo e onde elas estão localizadas. O cultivo de abelhas Apis e ASF (abelhas sem ferrão) constitui importante atividade econômica para o Estado de São Paulo e proteger a sanidade das colmeias é fundamental para a qualidade dos produtos, segurança alimentar e sustentabilidade da atividade apícola. “Nosso objetivo foi informar aos apicultores sobre a importância e a obrigatoriedade do cadastro junto ao órgão de Defesa Estadual, de qualquer produtor que forneça mel e outros produtos apícolas para estabelecimentos de beneficiamento desses produtos”, disse Maria Carolina.O médico veterinário Leandro Ratte de Oliveira esclareceu que com orientações e registro dos apiários (local onde são criadas as abelhas) da Região Bragantina, poderá ser combatido a clandestinidade que traz sérios prejuízos ao produtor rural e a saúde da população. “Com o cadastro pode ser mapeada a presença dos apicultores e quantificar. Se não tiver o cadastro, o apicultor não existe para o estado. Este trabalho será intensificado por toda a região e trará inúmeros benefícios para os produtores e para os consumidores dos produtos relativos ao mel. Quem não estiver cadastrado não poderá mais entregar seus produtos na Central de Processamento de Mel que possui registro no Serviço de Inspeção Municipal (SIM)”, comentou Leandro.Os apicultores foram orientados sobre os procedimentos e documentos necessários para realização do cadastro no sistema Gestão de Defesa Animal e Vegetal (Gedave).

Publicado por

Rádio 102 FM

Rádio 102 FM

Compartilhe esta notícia

Notícias relacionadas

Publicidade

Outras notícias