Siga nossas redes sociais →

Preços dos alimentos disparam 19% no país em 2023

Publicidade

Preços dos alimentos disparam 19% no país em 2023

Preços dos alimentos disparam 19% no país em 2023

Puxados pelos legumes, preços dos alimentos registram uma nova alta, em dezembro, no atacado, de cinco por cento, na média. Os dados foram divulgados pela Central de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo, a Ceagesp, que abastece praticamente todo o país. Com isso, os alimentos fecharam 2023 19% mais caros.

Só em dezembro, o preço médio dos legumes disparou 16%, principalmente pelo forte calor, que provocou perdas em várias plantações e reduziu a oferta de diversos produtos. Os valores do chuchu e da vagem macarrão, por exemplo, quase dobraram.

O setor de alimentos diversos foi outro que registrou cotações maiores no mês passado: na média, elas subiram oito por cento. Muito por conta das chuvas que prejudicaram a colheita, no Sul do país, da batata, cujo preço aumentou até 33%.

Também houve alta nas cotações das frutas, de 2,7%, e dos pescados, de 0,3%. Nesses casos, os principais avanços ficaram por conta do maracujá azedo e do polvo. O único grupo de alimentos que registrou preços mais baixos em dezembro foi o das verduras. Entre os motivos estão o aumento da oferta de alguns produtos e a demanda menor, por ser período de férias. As maiores quedas de preços ficaram por conta de: alface crespa, salsa e coentro.

Publicado por

Vitor Hugo

Vitor Hugo

Compartilhe esta notícia

Notícias relacionadas

Publicidade

Outras notícias