Siga nossas redes sociais →

TOLERÂNCIA ZERO: Festas clandestinas são flagradas neste domingo

Publicidade

TOLERÂNCIA ZERO: Festas clandestinas são flagradas neste domingo

Dando continuidade à operação de Combate à “Proliferação do Covid-19”, as forças de segurança e agentes da vigilância sanitária, com apoio e uso de drone, seguiram percorrendo os bairros rurais e áreas com chácaras e sítios de locação no município.Na tarde de ontem (11), após denúncia de aglomeração, a equipe de fiscalização seguiu até o bairro Boa Vista do Silva. Na ocasião, foi constatada uma festa com 32 pessoas utilizando piscina e consumindo bebidas alcóolicas. O responsável foi autuado em descumprimento ao decreto vigente e as pessoas foram dispersadas do local. Ainda na parte da tarde, outra denúncia foi atentida, desta vez no bairro Estiva do Agudo. No local, com o uso de drone, foi identificada uma festa com aproximadamente 25 pessoas. O responsável pelo evento foi autuado por promover aglomeração. Simultaneamente, outra equipe esteve realizando fiscalização no Lago do Taboão, referente ao uso obrigatório máscara. O Governo do Estado determinou através do Decreto 64.959 e do Centro de Vigilância Sanitária do Estado de São Paulo, por meio da Resolução SS-96 e da portaria CVS-15, que a Vigilância Sanitária passe a autuar pessoas e estabelecimentos comerciais que desrespeitarem o uso de máscaras em espaços comuns.Para colaborar no enfrentamento à proliferação do coronavírus, o cidadão que constatar qualquer tipo de irregularidade em estabelecimentos ou aglomerações pode fazer a denúncia pelos telefones 153 GCM e 190 da Polícia Militar. A população também pode denunciar pelo “Disk Aglomeração”, que funciona todos os dias, com atendimento 24 horas. Através do número (11) 4603-1880, o munícipe pode entrar em contato pelo WhatsApp e delatar irregularidades, encaminhando a localização, agilizando a chegada das equipes nos locais apontados.A fiscalização vem buscando atender todas as demandas para evitar a propagação do vírus no município. No entanto, umas das dificuldades que vem sendo enfrentada pelos fiscais e agentes de segurança é a quantidade elevada de denúncias improcedentes. Este tipo de ação prejudica o trabalho das equipes, que se mobilizam ao destino da denúncia e nada encontram ao chegar no local.

Publicado por

Rádio 102 FM

Rádio 102 FM

Compartilhe esta notícia

Notícias relacionadas

Publicidade

Outras notícias